Aguarde, carregando o site...

Jejum x Doenças Reumáticas

Por Sylvia Campos – Jejum x Doenças Reumáticas – Nos dias atuais o #jejum é considerado um dos grandes reguladores do sistema imunológico graças aos ajustes feitos em nosso relógio biológico e tem sido associado com melhora de quadros #autoimunes, porque ele apresenta um enorme potencial para manejo ou prevenção da inflamação.

Anúncios

Estudo publicado em 2018, na revista Clinical Rheumatology, avaliou o impacto do jejum (30 dias do Ramadan) na atividade da #artritereumatoide (AR) e da #espondiliteanquilosante (EA). Para tal, 56 pacientes (36 AR + 20 EA) foram submetidos ao jejum e avaliados 7 dias antes do início e 7 dias após o fim, para que se entendesse o que aconteceria com os marcadores ao final do estudo.

O que os resultados mostraram?

Na AR= diminuição significativa do score de dor (escala VAS), diminui número de articulações acometidas e edema articular e diminui de VHS e PCR (marcadores inflamatórios) segundo escala DAS28.

Na EA= diminui VSH e PCR segundo ASDAS (score de atividade da doença), o que mostrou diminuição de atividade da espondilite.

Então, o protocolo de jejum foi super interessante para melhora do quadro clínico dos pacientes, exceto para a rigidez matinal. Os autores concluíram que o jejum pode ser uma forma possível de induzir melhora rápida da atividade da doença reumática.

É importante ressaltar que nem todos os indivíduos estão aptos para realizar o jejum e que a sua prática deve ser sempre acompanhada de adequação da dieta.

Para isso, ser acompanhado por um nutri faz toda a diferença para evitar qualquer deficiência nutricional.

Lembrem-se, que nesse caso, eles faziam uma refeição equilibrada durante o período do por-do-sol, não comendo tarde da noite!

O que devemos ter em mente é que não adianta apenas pensar no jejum, mas faz-se necessário também avaliar a qualidade da dieta durante a janela de alimentação.

De nada adianta jejuar por 15-16h e quebrar o jejum com uma refeição pobre em fitoquímicos e nutrientes! Tudo isso influenciará o resultado final! #ficaadica

Se achar útil compartilhe essas informações ou salve para ler em outro momento! Um grande beijo, Syl

*PDN

jejum e doenças reumáticas

Leia Também: Crononutrição – Saiba mais sobre essa área

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo