Será que você precisa de Glutamina?

A glutamina é um aminoácido (amino) que tem como uma das principais funções servir de energia para as células do nosso intestino (os enterócitos), auxiliando na manutenção da integridade da nossa barreira intestinal e também como percursora da formação de glutationa (potente antioxidante).

Ela também é o amino mais abundante em nosso organismo, presente em boa quantidade em diversos alimentos, como: ovos, peixe, carnes, laticínios, soja, tofu, grão de bico… Sim, você consegue ela na sua alimentação.

Poxa vida, se ele é tão foda todos nos deveríamos suplementar, correto?

Veja bem…. Se você tiver uma alimentação variada da pra consumir de 3 a 5 gramas por dia facilmente, e nosso corpo também consegue produzir quando necessário.

Ou seja, não é muito difícil consumir uma quantidade de glutamina satisfatória para seu corpithco. Porém existem alguns cenários onde considero a suplementação muito bem vinda.

Pessoas com distúrbios gastrointestinais e hiperpermeabilidade intestinal:

Nesse público existe um comprometimento da barreira intestinal, favorecendo a entrada de substâncias nocivas, bactérias e toxinas para o sangue, gerando ativação imunológica e inflamação.

A glutamina (junto com o butirato produzido a partir da fermentação de fibras prebióticas) nesse caso pode ajudar a reforçar a barreira intestinal e manter ela mais íntegra, evitando que essas substâncias entrem para o sangue.

No stress crônico existe uma hiperestimulação do cortisol.

O cortisol aumenta um processo chamado gliconeogenese, que é a formação de carboidratos através de outros nutrientes (espec proteinas). E adivinha qual o aminoácido que nosso corpo mais gosta de usar pra fazer glicose? Acertou se pensou em glutamina.

Nesses casos, o corpo “tira” glutamina do intestino para produzir glicose, podendo enfraquecer a barreira intestinal.

Embora seja um suplemento que eu raramente prescreva, simplesmente pois prefiro optar por algumas condutas mais vantajosas para otimização da saúde intestinal, pelo menos na maioria das casos, ela tem sem espaço em alguns cenários, como os citados!

Me conta ai, você suplementa glutamina e o que percebeu de mudança desde que começou?

Participe gratuitamente do Canal no Telegram, clique no botão abaixo!

Receba Atualizações no Canal do Telegram

Matéria do nutricionista Felipe Rossini

Leia Também:

A Glutamina é Eficaz na Síndrome do Intestino Irritável?

Glutamina além do intestino

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe seu comentário:

Seja o primeiro a comentar!