Como Diminuir a Exposição aos Disruptores Endócrinos?

Hoje em dia não é fácil fugir de substâncias químicas. Elas estão presentes nos alimentos que comemos, em medicamentos, produtos de higiene pessoal, produtos de limpeza e até nos potes de plástico que usamos para guardar as nossas refeições.

Anúncios

No entanto, apesar de comuns, eles podem representar um risco para a nossa saúde à medida que alteram a síntese de hormônios, geram um estresse oxidativo e aumentam a inflamação do organismo. Isso é ainda mais problemático quando falamos de doenças como endometriose, asma, obesidade, diabetes, etc.

Então, aqui vão algumas dicas para diminuir a exposição a esses disruptores endócrinos:

  • Sempre que possível, opte por alimentos sem agrotóxicos;
  • Escolha bem as suas panelas. Evite as de teflon antigas ou as de alumínio. Dê preferência para as de cerâmica, inox ou vidro. Aqui no feed você encontra um post sobre o assunto;
  • Cuidado com os seus cosméticos. Opte sempre por aqueles sem parabenos, dê preferência às marcas mais naturais e reduza a quantidade de produtos usados diariamente;
  • Diminua o máximo possível o uso de produtos de limpeza, principalmente aqueles com aromas mais fortes;
  • Preste muita atenção às embalagens. Além de não comprar latas amassadas, evite aquecer alimentos em potes de plástico. Se comprar, opte por aqueles sem BPA ou, na hora de esquentar a refeição, transfira para um prato antes.

Não conseguimos nos blindar totalmente dessas substâncias, mas podemos fazer o que for possível para reduzir esse contato, certo?

Como Diminuir a Exposição aos Disruptores Endócrinos?

Matéria do Nutricionista Larissa Vieira

Saiba Mais sobre o Programa Endometriose
Vote post

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe seu comentário:

Seja o primeiro a comentar!