Endometriose e o Bloqueio da Menstruação

Quando falamos de endometriose, uma das primeiras informações a virem à tona é a de que a menstruação é a causa da doença.

Anúncios

Claro, não podemos negar que os sintomas pioram no período menstrual, mas nunca entendi por que culpar um processo que é tão natural ao corpo da mulher.

Você vai encontrar por aí muitos relatos de mulheres que dizem estar ótimas sem a menstruação, e teorias que balizam esta ideia.

Mas a verdade é que, na fisiologia, o sangramento marca o início de um ciclo que envolvem diversos hormônios, que não servem apenas para engravidar.

O resultado? Não raro mulheres com endometriose tem depressão, ansiedade, medos, inseguranças, e até desordens metabólicas que podem encontrar suas origens na falta dos ciclos naturais.

A esta altura você deve estar se perguntando se eu sou contra o uso de hormônios no tratamento da endometriose. Já respondo que não.

Anúncios

Mas sou contra a banalização do uso. A doença vai continuar ali, com ou sem menstruação. E o bloqueio – ainda que alivie os sintomas – pode fazer com que essa mulher tenha de lidar com muitas outras questões.

Durante a leitura vocês vão ver que conviver com a doença não é simples e exige muito do nosso emocional.

Mas eu acredito que a endometriose é um grito do seu corpo que não deveria ser silenciado por muito tempo com o uso de hormônios.

Se você precisa de tempo para entender seu corpo, tudo bem bloquear os ciclos momentaneamente.

Anúncios

Mas saiba que a endometriose está muito ligada ao nosso estilo de vida.

Organize-se, mude seus hábitos e, assim que se sentir segura, busque abrir mão dos hormônios.

E claro, cerque-se de profissionais que estejam alinhados com o seu bem estar. Não hesite em procurar médicos que te ouça e te acolha nas suas inseguranças e necessidades.

Materia da Nutricionista Larissa Vieira

Saiba Mais sobre o Programa Endometriose
Vote post

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe seu comentário:

Seja o primeiro a comentar!