Qual o Melhor Teste para SIBO?

Por Felipe Rossini – Hoje vamos falar sobre um teste que pode ser extremamente importante para diagnosticar um quadro de SIBO (super crescimento de bactérias no intestino delgado).

Anúncios

Estamos falando do teste de hidrogênio expirado.

O teste do hidrogênio expirado é feito a partir da ingestão de um carboidrato fermentável, geralmente a lactulose, e aí é feita a medição do gás hidrogênio através do ar expirado pelo pulmão.

Normalmente uma pequena quantidade de hidrogênio pode ser produzida a partir da pequena quantidade de alimentos não absorvidos que chegam ao nosso intestino grosso (lá embaixo).

Entretanto, maiores quantidades podem ser produzidas se houver um super crescimento bacteriano no intestino delgado. Além de uma produção em maior quantidade, esses gases irão ser produzidos mais rapidamente também, porque as bactérias tem acesso à essa solução fermentável em pouco tempo.

Anúncios

E como é o teste na prática?

Você ingere uma solução de lactulose em jejum e então irá assoprar num bocal a cada 15 minutos na primeira hora e depois mais 3 vezes a cada 30 minutos, totalizando 2 horas e meia de teste.

Se houver um quadro de SIBO, existe um aumento na produção do gás hidrogênio muito cedo (antes da primeira hora), ou seja antes do tempo previsto, indicando uma presença de bactérias no intestino delgado fermentando a lactulose antes de chegar ao intestino grosso e produzindo esses gases que saem pelo pulmão.

Para analisar os resultados temos 2 pontos principais: o tempo que leva até o aumento da produção de hidrogênio e a quantidade de gás expelido e o aparecimento de sintomas durante o teste.

Quando temos um quadro de SIBO presente, após 60min da ingestão de lactulose já ocorre um ↑ significativo do hidrogênio expirado (acima de 20 ppm), mostrando que esse alimento foi fermentado no intestino delgado ao invés de ser fermentado no intestino grosso.

Anúncios

Se os níveis de hidrogênio só começam a subir 2 horas após a ingestão, isso indica uma baixa probabilidade de SIBO, já que nesse tempo a lactulose já conseguiu viajar até o intestino grosso.

Conheça o Guia Completo dos Probióticos
Vote post

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe seu comentário:

Seja o primeiro a comentar!