Rabanete na Constipação

Por Descomplicando Intestino – PhD. Ligiane Loureiro

Anúncios

O Rabanete é uma raiz, embora nem sempre consumido pelos pacientes, é um vegetal cultivado e degustado por todo o mundo.

Na forma de suco ou salada, sua casca que pode variar de cores como vermelho, roxo, preto, amarelo a rosa, e polpa tipicamente branca indicam o conteúdo de bioativos presente nesse alimento.

Anúncios

Além disso, em geral, os rabanetes possuem fibras, vitaminas solúveis, minerais e fitoquímicos como glicosinolatos e seus metabólitos como os isotiocianatos.

Usado tanto por suas aplicações culinárias quanto por suas propriedades medicinais, sementes, folhas e raiz dessa crucífera vem sendo foco de interesse sobretudo na medicina ayurvédica.

Além disso, seu uso no manejo de desordens gastrointestinais como constipação, indigestão, dispepsia e flatulência costuma ser frequente.

Ademais, a presença de um bioativo específico nessa raiz parece contribuir na motilidade do intestino delgado por meio da ativação de receptores acetilcolinérgicos.

Anúncios

Nesse sentido, os estudos, em sua maioria, buscam avaliar o efeito estimulante do rabanete no intestino, evidenciando achados e correlações positivas nesse sentido.

Dentre os possíveis mecanismo supostos para esse efeito estão seu potencial como doador de óxido nítrico ou compostos que medeiam esse processo, atuação como antagonista dopaminérgico e de certas prostaglandinas.

Além disso, os flavonoides e compostos fenólicos contidos nessa crucífera também parecem contribuir para o efeito espasmolítico propiciado no trato gastrointestinal.

Será que o rabanete pode ser um alimento interesse para seu paciente com constipação crônica, Nutri? Parece que o potencial é alto não é mesmo? Você sabia disso? Conta aqui!

DOI: 10.1211/jpp.57.11.0016
DOI: 10.3390/nu9091014

Autoria: @ligianeloureironutri
Nutricionista CRN 2271
PhD em Ciências Nutricionais/UFRJ
Idealizadora do Método DI

Vote post

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe seu comentário:

Seja o primeiro a comentar!