Entenda sobre Intolerância, Alergia e Sensibilidade ao Leite

Entenda sobre Intolerância, Alergia e Sensibilidade ao Leite – Por Jéssica Pelegrin

Hoje em dia é muito comum ouvirmos pessoas dizendo que não podem consumir leite devido a lactose, mas será que é isso mesmo?

Quando falamos sobre leite, existe umas diferenças…

Veja só:

Intolerância a lactose:

Ela se dá quando existe a diminuição da enzima lactase, que é a responsável pela quebra do açúcar do leite, a lactose!
Assim, a lactose que não foi degradada fermenta e causa desconfortos intestinais, diarreias, constipação, náusea – que dependendo do grau de intolerância, podem ser mais fortes.

Alergia a proteína do leite:

Essa proteína se chama caseína, quando existe alergia à ela, nosso sistema imunológico age gerando, além do desconforto intestinal, alterações sistêmicas como problemas de pele e até respiratórias – APLV é mais comum em criança e geralmente melhora na vida adulta.

Ainda podemos pensar em sensibilidade alimentar… que é não nenhuma das questões anteriores!

A reação pode iniciar 30/40 min após consumir o lácteo, lembra uma “alergia tardia” podendo até manifestar 3 dias depois do contato. As reações são geralmente gastrointestinal, gerando sintomas como diarreia, vômito, inchaço do abdômen…

Mas a realidade é que ambos geram um quadro inflamatório e essa inflamação está associada a um quadro de disbiose!

Então, sempre que consumir leite ou derivados, e perceber certo desconforto, procure ajuda com um profissional!

Esse conteúdo foi útil para você?!

Salve para se lembrar da diferença entre esses dois quadros e ative as notificações de conteúdo no meu perfil, pois eu sempre trago informações e podem ser úteis para você!

Leia Também:

Leite Caseiro Vegetal é uma Boa Opção?

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

*

Seja o primeiro a comentar!