Homocisteína Alta – Entenda o que Significa

Por Fernanda Serpa – Homocisteína Alta – Entenda o que Significa – A homocisteína é um aminoácido produzido no nosso organismo a partir da metionina, outro aminoácido muito presente em carnes e produtos de origem animal.

Anúncios

O problema é que quando AUMENTADA, a homocisteína está relacionada ao maior risco de eventos tromboembólicos, abortos, doenças neurodegenerativas como Alzheimer e demência, inflamação e ativação de doenças autoimunes, estresse oxidativo e lesão endotelial que podem contribuir para o Infarto agudo do miocárdio e Acidente vascular cerebral.

Por isso, a recomendação é mantermos os níveis de homocisteína entre 5 e 15 micromols por litro, mas já temos estudos recomendando que seus níveis ideais sejam abaixo de 8 – 10 µM/L.

A pergunta é:

O que pode causar aumento da homocisteína?

  • Inflamação e doenças inflamatórias (ex: psoríase, artrite reumatoide, inflamação intestinal…);
  • Consumo excessivo de proteínas, principalmente da carne vermelha;
  • Deficiência de folato, vitamina B12 e vitamina B6;
  • Polimorfismos na enzima que ativa o ácido fólico ( MTHFR);
  • Tabagismo;
  • Insuficiência renal crônica;
  • Consumo abusivo de álcool;
  • Medicamentos que interferem no seu metabolismo: metotrexato, trimetropina, ciclosporina A e anticonvulsivantes;
  • Mutação no gene da enzima que degrada a homocisteína (cistationina β-sintetase).

A boa notícia é que, geralmente, o tratamento com controle no consumo de carnes e proteínas de origem animal (reduzir a ingestão de metionina) e a suplementação das vitaminas B6, B9 (metilfolato), B12 (metilcobalamina), B2 e betaína, é capaz de fazer com que a homocisteína seja revertida à metionina, evitando o seu acúmulo!

Anúncios

Já dosaram seus níveis séricos de homocisteina?

*PDN

Leia Também: Como Reduzir a Homocisteína

Vote post

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe seu comentário:

Seja o primeiro a comentar!