Pular para o conteúdo

Microplástico – O Inimigo Invisível

Microplástico – O Inimigo Invisível – Por Dayanne Alarcão

Microplásticos são pequenos fragmentos, fibras (têxteis) e grânulos de plástico, com menos de cinco milímetros de comprimento. Esses resíduos podem ser de origem primária ou secundária.

Os de primária são os pellets, pequenas esferas plásticas utilizadas na fabricação de diversos produtos e muito usados em cosméticos e itens de higiene pessoal.

Já os de secundária são formados pela degradação e quebra do plástico através da ação da água, das ondas, das chuvas, do sol (influência da temperatura), da radiação UV, do vento e de microorganismos.

Um estudo holandês, publicado na revista científica Environment International, aponta pela primeira vez a presença de micropartículas de plástico no sangue humano. Apesar de ser uma amostra pequena de doadores (22 pessoas), o resultado é alarmante: foi detectada no sangue de 17 indivíduos!

Metade delas continha vestígios de PET (polietileno tereftalato), um dos plásticos mais utilizados no mundo, principalmente para a fabricação de garrafas e fibras de poliéster.

Mais de um terço das amostras continha poliestireno, produto usado, entre outras utilidades, para embalagens de alimentos. E um quarto continha polietileno, o tipo mais comum e mais barato de plástico.

Pesquisas mais aprofundadas sobre o tema deverão ser feitas, incluindo as implicações do microplástico presente no sangue na saúde das pessoas.

Para diminuir essa absorção, seguem algumas dicas:

– não esquente comida em recipientes de plástico (prefira vidros);

– não deixe sua garrafa de água de plástico dentro do carro (com o aquecimento, vai liberar essas micropartículas na água);

– não esquente mamadeiras no microondas.

Leia Também:

A Linhaça e seus Benefícios

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deseja receber notificações sobre as atualizações mais recentes? Sim Não