Porque Alho e Cebola pode Gerar Cólica no Bebê?

Você restringe alho e cebola das suas pacientes que amamentam?

Anúncios

São alimentos deliciosos e nutritivos, mas também são ricos em FODMAPs, uma classe de carboidratos fermentáveis.

Para algumas pessoas, especialmente aquelas com sensibilidade e/ou imaturidade gastrointestinal, como é o caso dos bebês recém nascidos, a ingestão desses alimentos pode desencadear sintomas como distensão abdominal, gases e cólicas.

Por isso, é válido considerar que esses compostos fermentáveis podem passar para o leite materno e afetar o bebê, causando as temidas cólicas.

Se o bebê apresentar sinais de desconforto gastrointestinal, reduzir o consumo de alho e cebola na dieta da mãe nos primeiros meses, pode ser uma estratégia para aliviar os sintomas.

Anúncios

No entanto, é sempre recomendável avaliar minuciosamente cada caso e considerar outras possíveis causas, para garantir um ajuste adequado na dieta durante a amamentação.

Me conta aqui nos comentários se você já fez essa restrição com suas pacientes e se observaram alguma diferença nas queixas que elas apresentaram.

Matéria da nutricionista Camila Komatsu

Veja Também:

Cardápio do Bebê – Guia Completo

Lactobacillus Reuteri na Redução de Cólica e Choro em Bebês

Anúncios

Bebês Podem Comer Açaí na Introdução Alimentar?

Vote post

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe seu comentário:

Seja o primeiro a comentar!