Ômega 3 na Gestação

Por Marcela Rocha – Ômega 3 na Gestação – A alimentação da gestante merece uma atenção especial, afinal, tem um bebê que precisa dos nutrientes. Mas isso, todo mundo já sabe né?

Anúncios

Vamos falar de um nutriente específico que tem papel fundamental na gestação e que deve estar presente na alimentação.

O ômega 3 presente na gordura dos peixes é composta dois tipos de ácidos graxos essenciais, o EPA (ácido eicosapentaenoico) e o DHA (ácido docosahexaenoico).

O DHA tem papel fundamental no desenvolvimento cognitivo da criança, podendo ter efeitos benéficos como aumento da capacidade de raciocínio, prevenção do déficit de atenção, melhora o desenvolvimento psicomotor, a coordenação motora e auxilia no combate a doenças neurológicas;

O DHA também auxilia no desenvolvimento da retina, melhorando a saúde ocular da criança.

Anúncios
Receba Atualizações no Canal do Telegram

O ômega 3 pode minimizar riscos de aborto espontâneo e de partos prematuros;

Para as gestantes atua com anti-inflamatório auxiliando na saúde cardiovascular, saúde mental, diminuindo o estresse gestacional e prevenindo o risco de depressão pós-parto.

Lembrando que os peixes fonte de ômega 3 são aqueles de águas frias e profundas, como salmão e sardinha. Já a semente de linhaça é rica em ALA (ácido alfa-linolênico) e precisa ser convertido pelo organismo em ômega 3.

Por isso a melhor opção é a suplementação, uma vez que os peixes que a gente consome são de cativeiros e a semente de linhaça tem baixa taxa de conversão pelo organismo!

É importante que a marca escolhida tenha o selo iFos ou Meg3 que garantem que são livres de metais pesados!

Leia Também:

Sintomas de Deficiência de ômega 3

Anúncios

Ômega 3 Vegano – Várias Marcas

Ômega 3 para Artrite Reumatoide

Vote post

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe seu comentário:

Seja o primeiro a comentar!