Evidências dos Nutracêuticos na Psiquiatria

Olá! Vou falar um pouco hoje a respeito da saúde mental.

Anúncios

As maiores pesquisas sobre tratamentos são feitas em cima de medicamentos, pois podem ser patenteados e geram assim maior rentabilidade. Mesmo assim, já temos razoável quantidade de trabalhos correlacionando nutracêuticos, vitaminas, minerais e fitoterápicos com o tratamento de transtornos mentais.

Vou citar para vocês duas recentes revisões.

1- A primeira envolveu acadêmicos e clínicos de 15 países, e forneceu atualizações sobre as terapias nutracêuticas e fitocêuticas em transtornos psiquiátricos.

Os suplementos com melhores evidências para Ansiedade segundo esse estudo são Ashwagandha e Lavanda, mas NAC (N acetilcisteína) e Camomila também mostraram algum resultado.

Anúncios

O NAC e o metilfolato, aliás, apresentam boa resposta como coadjuvantes no tratamento de transtornos psicóticos. Vitamina D e, possivelmente Zinco, Ginko biloba e Ômega3 são úteis no TDAH.

Transtornos de humor como a depressão têm mais opções com pesquisas positivas: probióticos, metilfolato, zinco, Açafrão e Cúrcuma, Erva de São João, Ômega3, vitamina D e SAMe são bem interessantes.

2- A segunda é uma revisão focada em tratamentos fitoterápicos e nutricionais para o TOC.

Essa revisão mostra um interessante estudo que comparou Silimarina e Fluoxetina, sendo que ambas tiveram a mesma eficácia no tratamento do TOC.

Além disso, cita vários artigos que demonstram a eficácia de nutracêuticos utilizados EM CONJUNTO com os medicamentos, tornando o tratamento mais efetivo.

Anúncios

Dentre eles, temos em destaque o Zinco, o Selênio, NAC, vitamina B12 e metilfolato, além das plantas Valeriana, Cúrcuma e Borragem.

Apesar de os estudos ainda não refletirem todo o resultado que observamos na prática, a cada dia mais pesquisas vão indicando os benefícios dos nutracêuticos em termos de melhora e baixos efeitos colaterais nos tratamentos psiquiátricos.

Leia Também:

Endometriose, Estresse e Saúde Mental

Matéria da nutricionista Hanadi Hamze

Vote post

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe seu comentário:

Seja o primeiro a comentar!