Menopausa – Fitoterápicos para Redução das Ondas de Calor

Fogachos ou ondas de calor são queixas frequentes no consultório em mulheres no climatério ou menopausa.

Os possíveis mecanismos para desencadeamento dos fogachos são:

Disfunção do centro termorregulador causada por mudanças nos níveis de estrogênio, pela ativação do Sistema Nervoso Simpático através de receptores adrenérgicos α2 e por redução de 5-hidroxitriptamina (5-HT) no cérebro.

Anúncios

Mas será que a fitoterapia poderia auxiliar no tratamento ou alívio das ondas de calor?

A literatura e a prática clínica mostram que é possível em muitos casos promover melhora dos sintomas com o uso de fitoterápicos.

Quais fitoterápicos poderiam auxiliar nos fogachos?

Glycine max.,soja. – os dois subtipos principais de fitoestrogênio, isoflavonas e lignanas, têm uma estrutura química semelhante à do estradiol (ou seja, uma forma de estrogênio) e, portanto, também parecem ter propriedades semelhantes ao estrogênio.

Anúncios

Especula-se que o que favorece a redução dos fogachos é um metabólito das isoflavonas denominado equol. Mulheres que “não produzem equol” se beneficiam com o uso do extrato de soja. Isso pode justificar o resultado terapêutico do uso para algumas mulheres e para outras não.

No entanto, esse mecanismo de ação também pode estar associado a efeitos adversos, como hiperplasia endometrial, redução da absorção da levotiroxina.

Outros fitos que não estão sob prescrição médica que podem reduzir as ondas de calor são:

O Crocus sativus, Saffron – pode reduzir fogachos e depressão via aumento da 5-hidroxitriptamina (5-HT) e o Pinus pinaster, Pycnogenol.

E você? o que prescreve para seus pacientes para redução dos fogachos?

Matéria da Nutricionista Ana Paula Pujol

Anúncios

Leia Também:

5 Chás para Melhorar a Insônia da Menopausa

Disbiose Intestinal na Menopausa

Dor de Cabeça na Menopausa

Vote post

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe seu comentário:

Seja o primeiro a comentar!