Guia Alimentar de Dietas Vegetarianas para Adultos

O Guia Alimentar de Dietas Vegetarianas para Adultos traz subsídios aos profissionais da nutrição para atender pacientes vegetarianos e aqueles que desejam adotar a alimentação vegetariana.

66 páginas – DEPARTAMENTO DE MEDICINA E NUTRIÇÃO – SOCIEDADE VEGETARIANA BRASILEIRA – 2012 – São Paulo

As dietas vegetarianas, quando bem planejadas, como todas as dietas devem ser, promovem crescimento e desenvolvimento adequados e podem ser adotadas em todos os ciclos da vida, inclusive por atletas, na gestação, infância e terceira idade.

Várias organizações internacionais de renome como a American Heart Association (AHA), a Food and Drug Administration (FDA), o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), a Kids Health (Nemours Foundation), o College of Family and Consumer Sciences (University of Georgia) e a Associação Dietética Americana (ADA) têm parecer favorável ao vegetarianismo, esta afirmando inclusive que os profissionais da nutrição têm o dever de incentivar aqueles que expressam intenção de se tornarem vegetarianos.

As dietas vegetarianas trazem resultados benéficos na prevenção e no tratamento de diversas doenças crônico-degenerativas não transmissíveis. Não há estudos demonstrando aumento de doenças em grupos vegetarianos.

Populações vegetarianas têm risco reduzido de cardiopatias, câncer, diabetes, obesidade, doenças da vesícula biliar e hipertensão. Estudos demonstram que as populações vegetarianas têm 31% a menos de cardiopatias, 50% a menos de diabetes, vários cânceres a menos, sendo 88% a menos de câncer de intestino grosso e 54% a menos de câncer de próstata [1].

O GUIA ALIMENTAR DE DIETAS VEGETARIANAS PARA ADULTOS é uma ampliação de um material desenvolvido pelo Dr. Eric Slywitch, o qual serviu de base para o parecer oficial sobre vegetarianismo do Conselho Regional de Nutricionistas SP/MS – CRN-3, lançado em janeiro de 2012.

Segundo o IBOPE, que avaliou indivíduos com mais de 18 anos de idade, 10% dos homens e 9% das mulheres brasileiras declararam-se vegetarianos.

Acreditamos que esse Guia, com mais de 180 referências científicas, possa munir os profissionais de saúde com informações importantes para atender essa comunidade em expansão.

Marly Winckler Presidente da Sociedade Vegetariana Brasileira

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe seu comentário:

Seja o primeiro a comentar!