Trocar Arroz por Macarrão Pode?

Por Jaqueline Carlomagno – Teoricamente, o macarrão é sim um dos alimentos equivalentes ao arroz pela classificação do Guia Alimentar para a População Brasileira, do Ministério da Saúde.⁣

A caraterística principal entre eles é o carboidrato. Tanto do arroz, quanto do trigo (macarrão), da batata, da mandioca, entre outros.⁣

O arroz com feijão é uma combinação perfeita entre aminoácidos, se complementam. Macarrão com feijão não faz essa mesma combinação, nem nutricionalmente, nem de sabor.

Anúncios

Também é preciso ter cuidado nessa substituição:⁣

⁣Nem todo mundo acha que macarrão combina com feijão, né? Então muitas pessoas podem acabar retirando o feijão e comendo apenas o macarrão, deixando o prato fraco nutricionalmente. O corpo precisa de leguminosas, verduras, ferro e muitos outros nutrientes que não se conseguem comendo apenas macarrão e carnes.

Outro Ponto:

Cuidado com os molhos! Um prato com um peito de frango, feijão, legumes variados e macarrão está bem completo. Mas se você adicionar um molho branco, ou um muito molho de tomate industrializado com bastante sódio e gordura, aí as coisas já mudam.

Quando falo macarrão, não é o instantâneo (miojo), hein? O macarrão instantâneo é frito, completamente diferente do macarrão convencional. Vai trazer mais malefícios do que benefícios.

Anúncios

Tem uma Dica:

Que tal fazer o seu arroz render mais incrementando-o com outras coisas gostosas e nutritivas? Você pode adicionar cenoura, chuchu, milho, brócolis. Dessa forma você vai economizar no arroz e ainda encher o seu prato de nutrientes.

Temos que nos adaptar sempre, né? Mas, com informações, conseguimos fazer escolhas inteligentes para o nosso bolso e para a nossa saúde ao mesmo tempo.

Lembrando que de vez em quando sem excesso podemos sim comer uma boa macarronada. Compartilha esse post! Se tiver qualquer dúvida pergunte nos comentários⁣.

Veja Também:

Arroz Tabela Nutricional

5/5 - (1 vote)

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe seu comentário:

Seja o primeiro a comentar!